Radiofrequência fracionada elimina cicatriz de acne, ruga, flacidez do rosto e estria do corpo

25 de abril de 2017. Categoria(s): Pele

Se você era aquele adolescente que não podia ver uma espinha que fazia questão de espremer, sabe que as consequências disso não foram boas. Depois de um tempo, deve ter percebido as cicatrizes no seu rosto. Mas esses não são os únicos problemas da pele: quando envelhecemos, as rugas (leves e profundas) e a flacidez no rosto são problemas extremamente comuns. Aí você olha seu corpo e começa a notar as estrias brancas, aquelas que nenhum creme dá jeito. Desesperador? Não! Pois existe uma técnica chamada E-Matrix, feita por meio de um procedimento de radiofrequência fracionada, que promove bons resultados com recuperação em até uma semana e sem agredir a pele!

“A novidade é que com o E-Matrix, podemos fazer um tratamento intenso, porém sem ter um longo tempo de recuperação”, explica Fernando Emiliozzi, diretor responsável da Skintec. Esse tempo curto de recuperação, sem agressão à pele, só é possível graças à tecnologia “Sublative” do E-Matrix, equipamento de radiofrequência fracionada. Traduzindo: essa tecnologia é um meio termo entre as técnicas que machucam e deixam crostas na pele e as que não promovem dano na camada mais superficial. “Quando a técnica foi lançada, o foco de ação eram os tratamentos faciais de rugas e linhas de expressão. Porém, estudos clínicos mostraram que essa tecnologia apresentava excelentes resultados para cicatriz de acne, textura de pele e para a redução das estrias brancas (considerado o melhor tratamento hoje em dia)”, afirma. Outra vantagem do aparelho é que ele pode trabalhar em peles morenas e bronzeadas, já que não é laser.

Como age a radiofrequência fracionada

A dermatologista Dra. Luciana Cattini explica que a radiofrequência fracionada age da seguinte forma: promove pequeno “furo” na camada mais superficial, que se abre como um leque na camada mais profunda. “Através de microfuro, a radiofrequência penetra na pele, mas ao atingir a camada mais profunda se abre e distribui calor em uma área muito maior.”

Fernando explica que o equipamento aplica a radiofrequência na região tratada, porém de forma fracionada. “O objetivo é proteger a pele e colocar a maior quantidade de energia (calor) nas camadas mais profundas para estimular a formação de colágeno, que vai ser responsável por essa textura lisa da pele”, explica Fernando.

De acordo com a dermatologista, os resultados para estrias são visíveis já a partir da primeira sessão. “A parte mais superficial da pele regenera em até sete dias e o colágeno ao redor da área tratada é reposto em até três meses”, explica.

Vantagens do método

– Tratamento muito profundo sem agredir a pele;

– Menor tempo de recuperação e resultados iguais ao CO2;

– Padrão Ouro no tratamento das estrias brancas (difíceis de se trabalhar até então);

– Como não se usa laser, pode ser trabalhado em peles morenas e bronzeadas.

Programação para cada tratamento

Flacidez do rosto: dura 30 minutos a sessão — 3 sessões (uma a cada mês)

Flacidez do rosto + pescoço: dura 40 minutos a sessão — 3 sessões (uma a cada mês)

Área dos olhos: dura 15 minutos a sessão — 3 sessões (uma a cada mês)

Cicatriz de acne: dura 30 minutos a sessão — 4 sessões (uma a cada mês)

Estrias: 5 minutos a sessão — 4 sessões (uma a cada mês)